quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

A janela

A palavra janela é usada muito mais amplamente do que simplesmente uma abertura na parede, termos como “janela para a alma”, “janela para o universo” são comumente usados e até nos computadores usamos as “janelas”.

Pensando assim, a “janela” carrega um significado muito maior, ela é como um portal de ligação entre dois mundos, uma interface entre realidades distintas. Bom, até aqui sem novidade nenhuma, mas então por que escrevo isso?

Dirigindo pela cidade, com as janelas do carro fechadas, parei num semáforo. Cena comum, um rapaz numa cadeira de rodas se aproxima para pedir uma ajuda. Encosta ao lado do carro e começa a falar, de imediato respondi como sempre, que não tinha nada para poder ajudá-lo naquele momento, mas ele continuava falando e eu continuava respondendo, quando de repente percebi que essa nossa comunicação não estava sendo muito eficaz porque tinha algo atrapalhando no meio. Levei a mão ao botão e baixei a janela do carro para poder falar com mais clareza. Nesse momento fui tomado de surpresa pela reação dele, que abriu um sorriso e me agradeceu por ter aberto a janela, me fez elogios, mandou um Deus te abençoe e se afastou todo contente indo em direção aos outros carros.

Realmente uma janela que se abre faz toda a diferença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário